Aerial view of various coffee

Originário do fruto do cafeeiro, o café é a bebida mais popular do mundo. Em Portugal, poucos dispensam uma chávena desta bebida logo pela manhã ou mesmo um bom e quentinho café com leite. É um óptimo ingrediente para sobremesas e bolos e, na doçaria, associa-se muito bem ao chocolate.

Moderação é a melhor solução

O café é considerado um estimulante por possuir cafeína. Geralmente, contém cerca de 80 a 140 mg por cada 207 ml de bebida.

Está provado que o consumo moderado desta bebida é benéfico para a saúde e possui efeitos terapêuticos. Ajuda à concentração e, como tal, é favorável no desempenho de determinadas profissões. Para além de conter vitamina B, aminoácidos, potássio e cálcio, o café é um antioxidante que combate os radicais livres.

Contudo, o excesso de café provoca uma acção diurética exagerada que causa a perda de substâncias essenciais ao organismo, como os minerais e as vitaminas, enfraquecendo-o.

Preparar café

Prefira o café recentemente torrado, pois tem mais sabor. Para isso, veja sempre a data de fabrico. O café moído tem tendência a perder o aroma mais rapidamente, devido ao contacto com o ar, a humidade, o calor e o cheiro de outros alimentos. Por essa razão deve ficar sempre bem fechado dentro de um recipiente hermético e, de preferência, guardado no frigorífico.

Utilize água de qualidade, se possível, mineral, e prepare apenas a quantidade suficiente para consumir no prazo de uma hora. A medida correcta deve ser de cerca de 80 a 100 gramas de café (em pó) para 1 litro de água. Nunca ferva a água, aqueça-a somente, de modo a que esta não perca oxigénio e altere a acidez do café. Pela água deve passar apenas o pó de café e nunca a bebida já preparada, pois pode tornar-se amarga. Nunca reutilize o café já usado. No caso de usar um termo para guardar o café, certifique-se que está bem limpo e que este só se destina a guardar esta bebida.